<b>A representação do materno (não) performada por artistas sergipanas da contemporaneidade</b>

  • Maicyra Teles Leão e Silva Teatro - PPGCult/UFS
  • Julia Caianara Dantas Vieira Teatro/UFS

Resumo

RESUMO
Este artigo busca apresentar os estudos realizados no âmbito do desenvolvimento da pesquisa de iniciação científica intitulada Cuidados Diários: Artistas/Mães Auto-Representando Sua Maternagem Recente, cujo plano de trabalho voltou-se ao mapeamento e discussão crítica da ocorrência (ou não) dessa autorrepresentação materna na arte produzida em Sergipe. Assim, o trabalho tem por objetivo investigar a existência dessa temática na produção teatral sergipana, levando em consideração referências históricas em âmbito internacional, para entender os movimentos e contextos que levaram à eclosão dessa temática na arte contemporânea. Através da seleção de algumas artistas sergipanas e da realização de entrevistas direcionadas, investigamos as possíveis causas para a baixa produção dessa temática no estado, além de quais seriam as principais motivações para a criação das obras de fato executadas nesta esfera. Quais são os anseios e motivações em relação a este assunto frente às demandas e desafios das carreiras artísticas dessas mulheres/artistas/mães?

PALAVRAS-CHAVE: Arte. Maternagem. Feminismo. Autorrepresentação.

 

ABSTRACT
This article aims to present the studies conducted in the context of the scientific research entitled Daily Care: Artists / Mothers Self-Representing Their Recent Maternity. The work plan turned to map and to produce critical discussion about the occurrence (or not). of this maternal self-representation in the art produced in Sergipe. Thus, the work aims to investigate the existence of this theme in Sergipe´s theater production, taking into account historical references of the international scope, to understand the movements and contexts that led to the emergence of this theme in contemporary art. Throw interviewing selected women artists in this state, we investigated the possible causes for the low production of this theme, and approached the main motivations for the creation of works actually performed in this sphere. What are the desires and motivations regarding this subject in face of the demands and challenges of the artistic careers of these women / artists / mothers?

KEYWORDS: Art. Maternity. Feminism. Self-representation.

Biografia do Autor

Maicyra Teles Leão e Silva, Teatro - PPGCult/UFS

Doutora e Professora Associada do Departamento de Teatro da Universidade Federal de Sergipe. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Culturas Populares, na mesma instituição. Coordenadora e Orientadora da Pesquisa de PIBIC Cuidados Diários: Artistas/Mães Auto-Representando Sua Maternagem Recente.

Julia Caianara Dantas Vieira, Teatro/UFS

Graduanda do Curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Sergipe e bolsista voluntária do Projeto de Pesquisa, acima indicado.

Referências

LISS, Andrea. Feminist, Art and the Maternal. Minneapolis: University of Minnesota Press. 2009.

MACEDO, Silvana Barbosa. A expressão do poder materno na arte contemporânea. Seminário Inter- nacional Fazendo Gênero 11 & 13th Women’s Worlds Congress (Anais Eletrônicos), Florianópolis, 2017.

RECKITT, H. and PHELAN, P. Art and Feminism. New York: Phaidon, 2001, 2012.

SENNA, Nádia da Cruz. A imagem da mãe pelas artistas plásticas do século XX. Diásporas, Diversida- des, Deslocamentos. Seminário Internacional Fazendo Gênero 9th Women’s Worlds Congress (Anais Eletrônicos), Florianópolis, 2010.

Publicado
2019-10-19