UMA LEITURA SOCIOLÓGICA DE “ANA DAVENGA”, DE CONCEIÇÃO EVARISTO

Resumo

O presente trabalho tem como foco realizar uma leitura sociológica do conto “Ana Davenga”, de Conceição Evaristo, publicado no livro Olhos d’água em 2014, apresentando reflexões preliminares a respeito da condição da mulher negra tal como retratada no conto. Parte-se da concepção da literatura como instrumento de humanização: abordar a literatura afro-brasileira contribui não só para o conhecimento da sociedade brasileira, mas também minimiza preconceitos contra o povo negro. A análise conduzida apoia-se ainda em um recorte interdisciplinar com a sociologia, tangenciando com os estudos feministas (especialmente o feminismo negro), na medida em que considera a mulher negra como alvo de duplo preconceito. Apesar da narrativa contundente de Evaristo e do trágico desfecho, o conto se encerra com uma imagem de alento em meio ao sofrimento e à desigualdade. Como resultados esperados, temos a reflexão sobre o papel da literatura afro-brasileira no combate ao preconceito racial e a interpretação de um personagem emblemático que representa a condição da mulher negra e pobre no Brasil.

PALAVRAS-CHAVE: Literatura Brasileira, Estudos do Conto, Cultura Afro-brasileira.

Biografia do Autor

Leticia da Rocha de Araújo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens (PPGEL) da UFMS.

Michele Eduarda Brasil de Sá, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS

Doutora pela UFRJ; Professora do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens (PPGEL) da UFMS.

Referências

BEAUVOIR, S. O segundo sexo. Trad. Sérgio Milliet. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

CANDIDO, A. A literatura e a formação do homem. In: Ciência e Cultura. São. Paulo, v. 24, n. 9, p. 803-809, 1972.

CORTÁZAR, J. Alguns aspectos do conto. In: Valise de cronópio. São Paulo: Perspectiva, 1974.

EVARISTO, C. Ana Davenga. In: Olhos d’água. 1. ed. Rio de Janeiro: Pallas, 2014.

______. Conceição Evaristo: literatura feminina afrobrasileira. Literafro: portal da literatura afro-brasileira, 2019. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em: <http://www.letras.ufmg.br/literafro/autoras/188-conceicao-evaristo>. Acesso em: 01 jul. 2019.

PIGLIA, R. Formas breves. Trad. José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo, Companhia das Letras, 2004.

SOUZA, A. A. A. Cadê a literatura da escola? O gato comeu: reflexões sobre a infância, textos literários e bibliotecas. Interfaces da Educação, Paranaíba, v.2, n.5, p.18-31, 2011.

SPRAGUE, J.; KOBRYNOWICZ, D. A feminist epistemology. In: CHAFETZ, J. S. (org.). Handbook of the Sociology of Gender. Springer, Boston, MA, 2006. p. 25-43.

Publicado
2020-10-28
Seção
Confluências da Literatura afro-brasileira