Biblioteconomia Pública: Experiência de Ensino-Aprendizagem

  • Alberto Calil Elias Júnior Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Elisa Campos Machado Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Gabriela Falcão Klein Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Palavras-chave: Biblioteca Comunitária, Biblioteconomia Pública, Ensino em Biblioteconomia

Resumo

Apresenta os resultados de ensino-aprendizagem vivenciados em disciplina de Biblioteconomia Pública, ministrada na Escola de Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), com ênfase a visita à Biblioteca Comunitária Atelier das Palavras. Relata a metodologia utilizada pelos docentes, bem como a narrativa construída pela discente a partir do exercício de uma observação e registro em diário de campo. Com o relato da experiência pedagógica na universidade pública, espera-se dar visibilidade e valorizar a temática que envolve a Biblioteconomia Pública, bem como a importância do diálogo, do estímulo ao olhar atento e sensível e a vivência de alunos e alunas de Biblioteconomia para além da sala de aula, no processo de ensino-aprendizado, no âmbito da graduação.

Biografia do Autor

Alberto Calil Elias Júnior, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Prof. Dr. do Departamento de Estudos e Processos Biblioteconômicos (DEPB) e do Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da UNIRIO. Líder do Grupo de Pesquisa Bibliotecas Públicas no Brasil.
Elisa Campos Machado, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Profa. Dra. do Departamento de Estudos e Processos Biblioteconômicos (DEPB) e do Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia da UNIRIO. Líder do Grupo de Pesquisa Bibliotecas Públicas no Brasil.
Gabriela Falcão Klein, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO)
Graduada em Letras-Português pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Discente do curso de Bacharelado em Biblioteconomia da UNIRIO.

Referências

CALABRE, L. Políticas Culturais no Brasil: dos anos 1930 ao século XXI. Rio de Janeiro: FGV, 2009.

CHARTIER, R. Os desafios da escrita. São Paulo: Ed. UNESP, 2002.

DUBEUX, M. H. S.; ROSA, E. C. de S. Abriu-se a biblioteca... mitos, rimas, imagens, monstros, gente e bichos. Recife: Ed. UFPE, 2015.

FERNANDEZ, M. A. A.; MACHADO, E. C. Bibliotecas públicas: um equipamento cultural para o desenvolvimento local. Recife: Centro de Desenvolvimento e Cidadania, 2016.

KOONTZ, C; GUBBIN, B. Diretrizes da IFLA para bibliotecas públicas. Brasília: Brique de Lemos, 2012.

MACHADO, Elisa Campos; CALIL JUNIOR, Alberto; ACHILLES, Daniele. Mapeamento das políticas culturais nacionais voltadas para as bibliotecas públicas no Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 15., 2014, Belo Horizonte. Anais eletrônicos… Belo Horizonte: ECI, UFMG, 2014. p. 2283-2301. Disponível em: < http://enancib2014.eci.ufmg.br/documentos/anais/anais-gt5>. Acesso em: 23 jan 2016.

MILANESI, L. Biblioteca. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2002.

MILANESI, L. A casa da invenção: biblioteca centro de cultura. 4. ed. rev. e ampl. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2003.

MACHADO, E. C. Acesso à informação em bibliotecas públicas: aspectos políticos e econômicos. SILVA, J. F. M da (Org.) A biblioteca pública em contexto: cultural, econômico, social e tecnológico. Brasília: Thesaurus, 2015.

PETIT, M. A arte de ler ou como resistir à adversidade. São Paulo: Ed. 34, 2009.

PETIT, M. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. São Paulo: Ed. 34, 2008.

YEPES, L. B. Consideraciones políticas en torno a la biblioteca pública y la lectura. Medellín: Comfenalco, 2007.

Publicado
2018-12-07