Narradores do autor-Jornalista

  • Cremilda Celeste de Araújo Medina Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Entrevista Jornalística. Redação e Estilo Jornalístico. Alexandre Herculano.

Resumo

Ensaio cujo tema da técnica da entrevista jornalística e seu registro são analisados do ponto de vista da finalidade informativa entremeada pelo estilo pessoal e gênero literário. Como pano de fundo da discussão, a autora reflete sobre sua própria produção jornalística, de ensino e pesquisa, espelhando-se na obra literária de seu tio-avô, Alexandre Herculano, um dos consagrados escritores da literatura portuguesa. Como considerações finais, verifica que é preciso lembrar, refletir e sentir, antes de definir, pois a função informacional do texto de apoia no terreno movediço da narrativa e da memória, fazendo do escritor aquele que irá atribuir sentidos e direcionar o diálogo entre o leitor e sua obra.

Biografia do Autor

Cremilda Celeste de Araújo Medina, Universidade de São Paulo (USP)
Jornalista, pesquisadora e professora doutora titular sênior da Universidade de São Paulo (USP). Atua na formação de mestres, doutores e pós-doutores no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação (PPGCOM) e no Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina (Prolam), ambos da USP. Autora de 18 livros, organizou também 52 coletâneas, entre elas, a série inter e transdisciplinar Novo Pacto da Ciência e a série de livros-reportagem São Paulo de Perfil. Da obra pessoal, seus mais recentes títulos, Ato presencial, mistério e transformações (2016) e A arte de tecer afetos, signo da relação 2, cotidianos (2018), abordam a pesquisa a que se dedica há cinco décadas e cujo principal desafio é a dialogia social.

Referências

BEIRANTE, Cândido. A ideologia de Herculano. Santarém, Portugal, edição da Junta Distrital, 1977.

CANDIDO, Antônio, AVILA, Affonso, GULLAR, Ferreira. Literatura e sociedade: mesa redonda publicada na revista Letra nº 2 da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1984.

HERCULANO, Alexandre. Eurico, o Presbítero. Lisboa: Bertrand Editora, 2011. (Coleção Clássicos da Literatura Portuguesa). Nota: A edição antiga referida no texto também foi publicada pela Bertrand, já em 41ª edição, sem data, e foi dedicada à Cremilda Medina nos anos 1950.

HERCULANO, Alexandre. Eurico, o Presbítero. Lisboa: Livraria Bertrand, s/d. Nota: Edição que foi oferecida pelo tio da autora deste ensaio na década de 1950.

MEDINA, Cremilda A arte de tecer o presente, narrativa e cotidiano. São Paulo, Summus Editorial, 2003.

MEDINA, Cremilda Entrevista, o diálogo possível. São Paulo, Editora Ática, 1986, primeira edição.

MEDINA, Cremilda. Atravessagem, reflexos e reflexões na memória de repórter. São Paulo, Summus Editorial, 2014.

MEDINA, Cremilda. Povo e personagem. Canoas, Editora da ULBRA, 1996.

MEDINA, Sinval. Memorial de Santa Cruz. Porto Alegre, 1ª edição, Mercado Aberto, 1983.

MEDINA, Sinval. Tratado da altura das estrelas. Porto Alegre, Editora da PUC/RS e do Instituto Estadual do Livro, 1997. Em 2014, a EdiPUCRS reeditou o romance numa edição comemorativa de livros premiados nos 25 anos da editora gaúcha.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa, Publicações Instituto Piaget, 1989.

Publicado
2018-12-07